Chegou a era da renda básica universal?

Conceição Trucom *

Nada é mais forte do que uma ideia cujo tempo chegou. Victor Hugo

Imagine um mundo onde ninguém estivesse abaixo da linha da pobreza. Todos, sem exceção, teriam direito a uma renda básica que fosse o bastante para cobrir os itens essenciais: comida, educação, saúde. Nenhuma contrapartida seria necessária: para receber o dinheiro, bastaria estar vivo. Nada de assistentes sociais conferindo sua casa, ou especialistas dizendo como o dinheiro deveria ser aplicado. Dinheiro vivo, livre, na mão de todos, para usarem como bem entendessem. Você acha que isso daria certo?

Para o historiador Rutger Bregman, a resposta é sim. De acordo com a Wilkipédia, Rutger C. Bregman (nascido em 1988) é um historiador e autor holandês. Ele publicou quatro livros sobre história, filosofia e economia, incluindo Utopia para realistas: como podemos construir o mundo ideal (em português pela editora Sextante), que foi traduzido para trinta e dois idiomas. Seu trabalho foi apresentado no The Washington Post , The Guardian e BBC . Ele foi descrito pelo The Guardian como a "maravilha holandesa das novas idéias" e pelo TED Talks (assista a seguir) como "um dos jovens pensadores mais proeminentes da Europa". Sua palestra no TED, "Pobreza não é falta de caráter; é falta de dinheiro", foi escolhida pelo curador do TED, Chris Anderson como um dos dez melhores de 2017. 

Bregman defende a máxima bastante simples de que pobreza não é falta de caráter: é simplesmente falta de dinheiro. Ao invés de bolsas, conselhos, roupas ou comida, o que deveríamos dar aos pobres é simplesmente dinheiro, dinheiro suficiente, e confiar que eles vão saber o que é melhor para eles. Isso porque, afinal, eles não são diferentes de nós. Se nós julgamos que temos o direito e a capacidade de destinar como queremos a nossa renda, o mesmo deveria ser verdade para todas as pessoas, independente da classe social.

Com exemplos de estudos e experimentos muito intrigantes, Bregman vai aos poucos mostrando seu ponto de vista, e é difícil terminar sem concordar com ele. Vivemos numa época de riqueza sem precedentes na história humana. "O futuro já está aqui, só não foi muito bem distribuído" **, defende ele. Para Bregman, vivemos num mundo rico o bastante para que a utopia de uma renda básica universal se torne realidade. 

Assista ao vídeo acima, e depois continue a leitura.

Atenção para certos momentos da fala dele:

- 2:50 -> Mentalidade da escassez. Se o coletivo vibra na frequência da escassez (do consumo até o esgotamento), e ele dá muitos exemplos, significa que vibramos num portal aberto para menos inteligências... Forte isso, mas aqui no Doce Limão estamos sempre reforçando para mudarmos nossa frequência para a ABUNDÂNCIA, onde podemos consumir sem esgotar, mas sempre regenerando o tanto que usamos, colhemos, para seguir com solos e espaços de novos plantios e colheitas. Entenda este novo conceito no literal, mas também de forma absolutamente AMPLA.

- 4:10 -> Pobreza não é falta de conhecimento... O conhecimento precisa ser útil, fazer sentido, estar adequado ao local, ao solo, aos insumos de curta distância que cercam aquela pessoa e comunidade. Não adianta te ensinar a nadar e na sequência te jogar num mar revolto... Ou numa lagoa seca!!!

- 5:00 -> George Orwell descobriu que A essência da pobreza é que ela aniquila o futuro... Ou seja, um país de grandes desigualdades e muita pobreza: tem seu futuro aniquilado... Quantas vidas com total potência para vibrar na ABUNDÂNCIA são desperdiçadas, perdidas?

- 10:44 -> A POBREZA É MUITO CARA... Seja em que sentido for: todos saem perdendo, como bairro, cidade, estado, país ou planeta. Não podemos manter MAIS esse STATUS QUO: precisamos de ideias novas, precisamos sair destes conceitos centenários do MUNDO VELHO que vibra na escassez.

Ao terminar de assistir o Rutger meu QI aumentou muito e comecei a fermentar muitas formas e caminhos para criar e aumentar a RENDA BÁSICA... E todas elas passaram pela COLABORAÇÃO, pelo InterSer - InterSomos - InterConexão!

A crise do coronavirus

Recentemente, Bregman se manifestou pelo Twitter reforçando sua ideia da importância da renda básica universal, especialmente agora que, com a crise do coronavírus, milhões de pessoas pelo mundo estão com sua fonte de renda ameaçada. "Precisamos de uma renda básica de emergência, e precisamos dela agora. Em 2008 nós resgatamos os bancos, agora precisamos resgatar as pessoas".

A Renda básica

Rutger Bregman cita com aprovação a proposta americana de 1968 de uma renda mínima garantida, apresentada pelo presidente Richard Nixon, entre outros. Ele também cita um projeto do governo federal canadense de 1974-1979 em Dauphin, Manitoba, que erradicou temporariamente a pobreza. "O estudo mais popular sobre os efeitos da renda básica foi realizado em Manitoba, entre 1974 e 1979, onde todos receberam do governo um" rendimento mínimo) de US $ 9.000 por ano (segundo os padrões atuais) do governo, sem restrições. Evelyn Forget, um economista e professor da Universidade de Manitoba, que examinou os dados do estudo, disse que houve uma redução de 9% no horário de trabalho entre dois grupos principais de cidadãos, mas as razões pelas quais dão uma ideia de como a renda básica pode mudar drasticamente o curso da vida de alguém."

SUPER recomendo também a leitura do livro DESIGN DE CULTURAS REGENERATIVAS do Daniel Christian Wahl (editora Bambual) que inicia com a seguinte questão: Por que a humanidade deve continuar a existir?

Um livro de reflexões profundas, perguntas muitos mobilizadoras para transformações existenciais... Na companhia de ilustres pensadores, que apresentam ferramentas poderosas... Fundamentais como GUIA e CONVITE para cocriarmos uma cultura regenerativa local, regional e global.

(**) Citando William Gibson, escritor canadense de ficção científica.


Assine o Doce Limão

Você gosta do nosso conteúdo? Seja um embaixador do Doce Limão e contribua para que ele continue sendo produzido! Além disso, você tem acesso a todo conteúdo de assinante: 11 cursos online (incluindo o Cosmética Natural), palestras, vídeos, receitas, e-books, suporte e muito, muito mais.
1
mês
Assinatura mensal
R$ 20,00 /mês
Cobrança automática no cartão
Assinar
6
meses
Assinatura semestral
R$ 120,00
R$ 110,00
À vista no cartão ou boleto
Comprar
12
meses
Assinatura anual
R$ 240,00
R$ 200,00
À vista no cartão ou boleto
Comprar

 

Lojas Doce Limão

Os livros da Conceição Trucom e os produtos do Doce Limão podem ser encontrados em nossas lojas parceiras. Clique e adquira já.

 


* Conceição Trucom
 é química, pesquisadora, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida. Possui 10 livros publicados, entre eles O Poder de Cura do Limão (Editora Alaúde), com meio milhão de cópias vendidas, Mente e Cérebro Poderosos (Pensamento-Cultrix) e Alimentação Desintoxicante (Editora Alaúde).

Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citadas a autora e a fonte: www.docelimao.com.br

Vamos ser amigos?

Inscreva-se para receber gratuitamente o Boletim Doce Limão e ainda leve de brinde a Apostila de Meditação, em formato PDF.

Se além disso você também deseja ter acesso a todos os nossos cursos online e conteúdos exclusivos, seja um Assinante Doce Limão. Clique aqui!

Siga-nos no Facebook

Clique aqui para conferir todos os eventos.

Comentários e perguntas

 Caro leitor,

Ficou com alguma dúvida sobre este artigo? A área de comentários e perguntas é exclusiva para assinantes Doce Limão. Por apenas R$ 20 mensais, você terá acesso a todo conteúdo exclusivo, como palestras, cursos online e muito mais, além de poder enviar perguntas, que serão respondidas pela Conceição Trucom e equipe.

 

Saiba mais e assine