O que é selênio e o que ele faz?

O selênio é um micronutriente que o organismo humano precisa para se manter saudável. Ele é importante para a reprodução, a função da glândula tireoide, a produção de DNA e para a proteção do organismo contra danos causados ​​por radicais livres e infecções.

O discurso do nutricionismo é COMA pelo MENOS 1 CASTANHA DO PARÁ/DIA... Isso é correto, é seguro?

Começo com uma pesquisa que fizemos sobre o teor de selênio nas castanhas do Pará Brasil afora...

Situação dos solos brasileiros em relação ao teor de selênio... 

A castanha do Pará é mundialmente reconhecida como a maior fonte natural de selênio, mineral que combate o envelhecimento celular e provê outros benefícios para a saúde. E um estudo da Embrapa de 2016 encontrou que a diferença dos teores de selênio de plantas muito próximas pode chegar a mais de cinco vezes, porém o estudo não abordou quais são os fatores que influenciam estas diferenças.   

O estudo mostrou as seguintes variações em diversas amostras de castanhas regionais: 

   Acre             0,5 a 3,5 mg/kg
Mato Grosso  0,5 a 2 mg/kg
  Amapá           20 a 82 mg/kg
  Amazonas      11 a 98 mg/kg 

Devido à ampla variação entre os teores de Se na castanha, dependendo da região geográfica e da capacidade de cada planta de absorver o mineral, não é possível ainda recomendar a quantidade exata de ingestão da castanha. Comer uma castanha do Pará/dia não deve ser uma recomendação generalizada.

“É preciso saber a concentração e a biodisponibilidade de selênio
da castanha que está sendo consumida", diz especialista. 

Por outro lado diante da escassa informação dos teores de selênio em solos brasileiros uma Dissertação de Mestrado da USP de 2009 realizou uma pesquisa sobre o teor de selênio em solos e plantas do Brasil. 

O estudo revelou que os solos avaliados apresentaram baixos teores de selênio e consequentemente, as plantas desenvolvidas neles apresentaram teores considerados deficientes, confirmando a relação do selênio no solo e na planta que, pode ser variável de solo para solo.

Bem, mas você pode estar perguntando: de quanto selênio preciso consumir/dia? Quais as pessoas que mais precisam? Quais pessoas correm riscos de consumir em excesso? E se consumir em excesso o que acontece? Como saber mais?

Daí o Doce Limão fez a pesquisa e segue abaixo os resultados...

Fonte: National Institutes of Health (NIH) / 10 de dezembro de 2019
Tradução especial para Doce Limão: Professional Translations

Quanto selênio eu preciso?

A quantidade de selênio necessária a cada dia depende da sua idade. As quantidades médias diárias recomendadas estão listadas abaixo em microgramas (mcg).

Fase de vida

Quantidade
Recomendada

Do nascimento aos 6 meses

15 mcg

Bebês de 7 a 12 meses

20 mcg

Crianças de 1 a 3 anos

20 mcg

Crianças de 4 a 8 anos

30 mcg

Crianças de 9 a 13 anos

40 mcg

Adolescentes de 14 a 18 anos

55 mcg

Adultos de 19 a 50 anos

55 mcg

Adultos 51-70 anos

55 mcg

Adultos de 71 anos e mais velhos

55 mcg

Adolescentes e mulheres grávidas

60 mcg

Mulheres e adolescentes amamentando

70 mcg

Quais alimentos fornecem selênio?

O selênio é encontrado naturalmente em muitos alimentos. A quantidade de selênio nos alimentos vegetais depende da quantidade de selênio do solo onde foram cultivados. 

Que tipos de suplementos dietéticos de selênio estão disponíveis?

O selênio está disponível em muitos suplementos multivitamínicos, minerais e outros suplementos dietéticos. Pode estar presente em várias formas diferentes, incluindo selenometionina e selenato de sódio. 

Pitaco Conceição Trucom: mas sinceramente,
sinto dificuldade para aceitar esta proposta da suplementação...
 

Estou recebendo selênio suficiente?

A maioria dos americanos obtém selênio suficiente de sua dieta porque comem alimentos cultivados em muitas áreas diferentes, incluindo áreas com solo rico em selênio. Certos grupos de pessoas são mais propensas do que outras a ter problemas para obter selênio suficiente:

  • Pessoas que recebem diálise renal
  • Pessoas que vivem com HIV
  • Pessoas que consomem apenas alimentos locais cultivados em solos com baixo teor de selênio

O que acontece se eu não obtiver selênio suficiente?

A deficiência de selênio é muito rara nos Estados Unidos e Canadá. A deficiência de selênio pode causar a doença de Keshan (um tipo de doença cardíaca)  e infertilidade masculina. Também pode causar a doença de Kashin-Beck, um tipo de artrite que produz dor, inchaço e perda de movimento nas articulações.

Quais são os efeitos da deficiência de selênio na saúde?

Os cientistas têm estudado o selênio para entender como ele afeta a saúde. Os seguintes exemplos mostram o que as pesquisas têm mostrado até a data:

Câncer

Estudos sugerem que pessoas que consomem quantidades insuficientes de selênio podem ter risco aumentado de desenvolver câncer de cólon, reto,  próstata, pulmão, bexiga, pele, esôfago e de estômago. 

Mas não está claro se os suplementos de
selênio reduzem o risco de câncer.
 

Mais pesquisas são necessárias para compreender os efeitos do selênio dos alimentos e suplementos dietéticos em relação com o no risco de câncer.

Doença cardiovascular

Os cientistas estão estudando se o selênio ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares. Alguns estudos mostram que pessoas com níveis mais baixos de selênio no sangue têm maior risco de doenças cardíacas, mas outros estudos não. Mais estudos são necessários para entender melhor como o selênio dos alimentos e suplementos dietéticos afetam a saúde do coração.

Declínio cognitivo

Os níveis de selênio no sangue diminuem
à medida que as pessoas envelhecem.

Mas pesquisas continuam estudando se os níveis baixos de selênio contribuem para um declínio na função cerebral em idosos. Alguns estudos sugerem que pessoas com níveis mais baixos de selênio no sangue têm maior probabilidade de ter uma função mental mais fraca. 

Mas um estudo com idosos nos Estados Unidos não encontrou nenhuma ligação entre os níveis de selênio e a memória. Mais pesquisas são necessárias para descobrir se os suplementos dietéticos de selênio podem ajudar a reduzir o risco do declínio cognitivo ou do seu tratamento em pessoas idosas.

Doença da tireoide

A glândula tireoide demanda grandes quantidades de selênio que desempenha um papel importante na função tireoidiana. Estudos sugerem que pessoas - especialmente mulheres que têm níveis baixos de selênio (e iodo) no sangue - podem desenvolver problemas de tireoide. 

Mas não está claro se os suplementos dietéticos de selênio
podem ajudar a tratar ou reduzir o risco de doenças da tireoide. 

Mais pesquisas são necessárias para compreender os efeitos do selênio nas doenças da tireoide.

O selênio pode ser prejudicial?

Sim, se você receber muito. A castanha do Pará, por exemplo, contém quantidades muito altas de selênio (em média 68-91 mcg por castanha) e pode fazer com que você ultrapasse o limite superior se comer muito. O consumo de muito selênio ao longo do tempo pode causar os seguintes sintomas:

  • Bafo de alho
  • Náusea
  • Diarreia
  • Erupções cutâneas
  • Irritabilidade
  • Gosto metálico na boca
  • Cabelo ou unhas quebradiças
  • Perda de cabelo ou unhas
  • Dentes descoloridos
  • Problemas do sistema nervoso

A ingestão extremamente elevada de selênio pode causar problemas graves,
incluindo dificuldade para respirar, tremores, insuficiência renal, 
ataques cardíacos e insuficiência cardíaca.

Os limites máximos diários de selênio em alimentos e suplementos dietéticos estão listados abaixo:

Idades

Limite
superior

Do nascimento aos 6 meses

45 mcg

Bebês de 7 a 12 meses

60 mcg

Crianças de 1 a 3 anos

90 mcg

Crianças de 4 a 8 anos

150 mcg

Crianças de 9 a 13 anos

280 mcg

Adolescentes de 14 a 18 anos

400 mcg

Adultos

400 mcg

Há alguma interação com o selênio que eu deva saber?

Sim, alguns medicamentos que você toma podem interagir com o selênio. Por exemplo, a cisplatina, uma droga de quimioterapia usada para tratar o câncer, pode diminuir os níveis de selênio, mas o efeito que isso tem no organismo não está claro.

Informe o seu médico, farmacêutico e outros profissionais de saúde sobre quaisquer suplementos dietéticos e medicamentos prescritos ou sem receita que você tome. Eles podem lhe dizer se os suplementos dietéticos podem interagir com os seus medicamentos ou se os medicamentos podem interferir na forma como o seu organismo absorve, usa ou degrada os nutrientes.

Selênio e alimentação saudável

As pessoas devem obter a maior parte de seus nutrientes dos alimentos, aconselha as Diretrizes Dietéticas para Americanos do governo federal. Os alimentos contêm vitaminas, minerais, fibras dietéticas e outras substâncias que beneficiam a saúde. Em alguns casos, alimentos fortificados e suplementos dietéticos podem fornecer nutrientes que, de outra forma, podem ser consumidos em quantidades abaixo das recomendadas. 

Onde posso encontrar mais informações sobre selênio?

Aviso Legal

Este folheto informativo do Office of Dietary Supplements (ODS) fornece informações que não devem substituir o aconselhamento médico. Incentivamos você a conversar com seus profissionais de saúde (médico, nutricionista, farmacêutico, etc.) sobre seu interesse, dúvidas ou uso de suplementos dietéticos e o que pode ser melhor para sua saúde geral. 

Qualquer menção nesta publicação de um produto ou serviço específico, ou recomendação de uma organização ou sociedade profissional, não representa um endosso da ODS a esse produto, serviço ou consultoria especializada.

Fernando Trucco, Professional Translations. Reprodução permitida, desde que citada a fonte e o tradutor.


Assine o Doce Limão

Você gosta do nosso conteúdo? Seja um embaixador do Doce Limão e contribua para que ele continue sendo produzido! Além disso, você tem acesso a todo conteúdo de assinante: 11 cursos online (incluindo o Cosmética Natural), palestras, vídeos, receitas, e-books, suporte e muito, muito mais.
1
mês
Assinatura mensal
R$ 20,00 /mês
Cobrança automática no cartão
Assinar
6
meses
Assinatura semestral
R$ 120,00
R$ 110,00
À vista no cartão ou boleto
Comprar
12
meses
Assinatura anual
R$ 240,00
R$ 200,00
À vista no cartão ou boleto
Comprar

 

Loja Doce Limão

Os livros da Conceição Trucom e os produtos do Doce Limão podem ser encontrados em nossa loja. Clique e adquira já.


* Conceição Trucom
 é química, pesquisadora, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida. Possui 10 livros publicados, entre eles O Poder de Cura do Limão (Editora Alaúde), com meio milhão de cópias vendidas, Mente e Cérebro Poderosos (Pensamento-Cultrix) e Alimentação Desintoxicante (Editora Alaúde).

Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citadas a autora e a fonte: www.docelimao.com.br

Vamos ser amigos?

Inscreva-se para receber gratuitamente o Boletim Doce Limão e ainda leve de brinde a Apostila de Meditação, em formato PDF.

Se além disso você também deseja ter acesso a todos os nossos cursos online e conteúdos exclusivos, seja um Assinante Doce Limão. Clique aqui!

Siga-nos no Facebook

Clique aqui para conferir todos os eventos.

Comentários e perguntas

 Caro leitor,

Ficou com alguma dúvida sobre este artigo? A área de comentários e perguntas é exclusiva para assinantes Doce Limão. Por apenas R$ 20 mensais, você terá acesso a todo conteúdo exclusivo, como palestras, cursos online e muito mais, além de poder enviar perguntas, que serão respondidas pela Conceição Trucom e equipe.

 

Saiba mais e assine