A Gratidão & O Riso

A Gratidão & O Riso

Conceição Trucom *

Uma pessoa agradável é aquela que conseguimos agradar. Uma pessoa que se permite agradar é aquela que vive a leveza e alegria da gratidão.

Da mesma forma, uma pessoa amável é aquela que conseguimos amar e se permite ser amada. Amar e se permitir ser amado é uma forma de gratidão.

E, cada vez que conseguimos alegrar ou amar alguém, também nos sentimos alegrados, vivos e animados. Assim, a gratidão nos torna pessoas agradáveis, amáveis, gostosas, que alegra e irradia amor: bom-humor, bons fluidos e astral.

Um lembrete: pessoas desagradáveis, ou seja, que não se permitem ser agradadas, também não são amáveis ou se permitem ser amadas. Forte? Somente uma constatação para reflexão.

E, a idéia ordinária que temos a respeito da gratidão é a daquele sentimento que devemos nutrir por quem fez algo por nós, nos presenteou ou, de alguma forma, tornou nossa vida mais agradável. Assim, o conceito errôneo de gratidão vem, na maioria das vezes, associado ao de caridade ou troca.

Contudo, por um desafio ou contratempo podemos sentir enorme gratidão. Por um cotidiano, como tomar água ou simplesmente poder caminhar (ou correr), podemos sentir imensa leveza e gratidão. Por um inimigo, que nos provocou tantas mudanças em planos ou caminhos, podemos sentir amor profundo.

Gratidão é um dos estados de Graça, literal e espiritual, e podemos entender como afetividade ou a capacidade de enxergar em cada acontecimento o que ele nos trás de bom, de aprendizado e celebração da vida. Mesmo que estejamos vivenciando momentos difíceis, onde nossas necessidades materiais ou afetivas não estejam sendo supridas (?), sempre poderemos, se estivermos dispostos, encontrar motivos para rir e agradecer. Importante lembrar que cada medo, cada desafio, tem sua polaridade oposta, ou seja, sua possibilidade de cura ou neutralização, no riso e na gratidão.

Esta atitude determina se nossa vida será um eterno atrair de Graças e Bênçãos, ou uma constante comiseração, na qual desempenhamos o papel de vitimas revoltadas contra as armadilhas do destino.

Cultivar a gratidão e o bom-humor são formas de aceitar cada desafio como uma oportunidade de evolução e crescimento interior. Se formos capazes de enxergar a realidade com novos olhos, a essência de cada evento, recebendo o que vida nos reserva - atraímos - sem mágoa ou inconformismo, as dificuldades decerto se resolverão mais rapidamente, deixando ainda um rastro de superação, alegria, mais gratidão e amor pela vida.

Quando usamos aquele “óculos” da gratidão e bom-humor e enxergamos a Graça no simples detalhe de uma flor teimosa que desabrocha na pedra ou monte de lixo, numa nuvem desgarrada no céu, num sorriso ou carranca de um filho, na nossa mão que clica infinitas vezes o mouse, então vamos constatando, de um modo cada vez mais evidente, que a maior impressão digital de Amor somos nós mesmos: cada um de nós. E, com a maravilhosa iniciativa de buscar descobrir em nós, nos outros, na natureza os detalhes do Amor, produz-se em nós uma serenidade, uma paz, uma gratidão, uma alegria sem medidas. E, junto com esta gratidão e paz, que são estados de Graça, vem de brinde, um sorriso e brilho nos olhos e face, uma explosão de amor no coração. Ou seja, o riso e o amor, que são também estados de Graça, se manifestam, inevitavelmente, em todos os estados de Graça.

Para complementar, algumas palavras do Osho.

A arte da grata aceitação  -  Osho (The New Dawn, volume 2)
Uma vida que não conhece a tristeza, as lágrimas, permanece pobre. A vida precisa conhecer uma variedade enorme de experiências para tornar-se rica. Quanto mais você conhecer diferentes aspectos da existência e ainda assim continuar inteiro e centrado, mais a sua vida se enriquecerá a cada momento, a cada dia.

Olhe sempre para a vida como um processo dialético. Nesta vida, a noite traz o dia. Nesta vida, a morte traz uma nova vida. Nesta vida, a tristeza traz uma nova alegria. Nesta vida, o vazio traz um novo preenchimento. Tudo está em conexão... tudo é parte de um todo orgânico.

Nós criamos os problemas por dividir as coisas. Aprenda a arte de não dividir, e simplesmente continue alerta, vigilante, apreciando o que quer que a vida lhe proporcione.

Apenas lembre-se de uma coisa: aceitar tudo que a vida lhe dá. Se ela lhe dá escuridão, aprecie isso, dance sob as estrelas da noite escura, lembrando-se de que cada noite não é nada mais do que o útero para um novo alvorecer, e que cada dia irá novamente descansar na escuridão da noite.

Quando é outono e as árvores ficam nuas e todas suas folhas caem, observe as velhas folhas voando ao vento, quase dançando. E as árvores, nuas, têm a sua própria beleza e, contrate com o céu; mas elas não irão continuar nuas para sempre. As velhas folhas tiveram que cair apenas parta dar lugar às novas folhas, às novas flores.

A existência continua a renovar a si mesma a todo momento. Você deveria manter-se sintonizado com a existência; nunca peça por nada diferente.

Esta é a raiz básica da miséria: quando é noite, você chora pelo dia; quando é dia, você chora pelo repouso da noite. Então a vida torna-se uma miséria, um inferno.
Você pode torná-la um paraíso apenas por aceitar o que quer que lhe seja dado, com um coração agradecido. Não julgue se é bom ou mau. Sua gratidão transformará tudo em uma bela experiência, aprofundará sua consciência, elevará o seu amor e fará de você uma bela flor com muita fragrância.

Aprenda apenas a arte de uma grata aceitação. Buda chamava a isso de filosofia do assim é; não importa o que for, aceite isso como a própria natureza da realidade. Nem mesmo imagine ir contra. Nunca vá contra a corrente; apenas siga o rio onde quer que ele o leve.

Texto extraído do livro Quero viver num planeta que RI - Conceição Trucom - disponível para download na Biblioteca da página do Assinante, assim como o CD Terapia do Riso em Palestras online.

 

Leia também: Afetividade e Humor

A importância do riso no relacionamento amoroso


 

Lojas Doce Limão

Os livros da Conceição Trucom e os produtos do Doce Limão podem ser encontrados em nossas lojas parceiras. Clique e adquira já.

 


* Conceição Trucom
 é química, pesquisadora, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida. Possui 10 livros publicados, entre eles O Poder de Cura do Limão (Editora Alaúde), com meio milhão de cópias vendidas, Mente e Cérebro Poderosos (Pensamento-Cultrix) e Alimentação Desintoxicante (Editora Alaúde).

Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citadas a autora e a fonte: www.docelimao.com.br

Vamos ser amigos?

Inscreva-se para receber gratuitamente o Boletim Doce Limão e ainda leve de brinde a Apostila de Meditação, em formato PDF.

Se além disso você também deseja ter acesso a todos os nossos cursos online e conteúdos exclusivos, seja um Assinante Doce Limão. Clique aqui!

Siga-nos no Facebook

Clique aqui para conferir todos os eventos.

Comentários e perguntas

 Caro leitor,

Ficou com alguma dúvida sobre este artigo? A área de comentários e perguntas é exclusiva para assinantes Doce Limão. Por apenas R$ 20 mensais, você terá acesso a todo conteúdo exclusivo, como palestras, cursos online e muito mais, além de poder enviar perguntas, que serão respondidas pela Conceição Trucom e equipe.

 

Saiba mais e assine