Revelado o mistério sobre a digestão das minhocas

BioBioChile - Agência SINC *

Tradução: Fernando Trucco

As minhocas (Lumbricidae) são responsáveis pela reciclagem do carbono das plantas mortas e o enriquecimento do solo. Elas carregam para baixo da terra as folhas caídas e outros materiais vegetais para utilizá-los como alimento. As minhocas fazem isto apesar das substâncias químicas tóxicas produzidas pelas plantas para dissuadir herbívoros.

Uma equipe de cientistas, liderada pelos Drs. Jake Bundy e Manuel Liebeke do Imperial College London (Reino Unido), identificou as moléculas de vermes intestinais que neutralizam estas defesas naturais da planta e lhes permitem realizar o processo de digestão. Estas moléculas são as “drilodefensins”.

O estudo, publicado na última edição da revista Nature Communications, também teve a participação das universidades britânicas de Oxford e Cardiff.

Um mundo sem drilodefensins seria muito diferente, de acordo com os autores do estudo. O Dr. Bundy do Departamento de Cirurgia e Câncer explica: "Se não tivéssemos as drilodefensins as folhas caídas permaneceriam na superfície da terra por um tempo muito longo. Nossos campos ficariam irreconhecíveis, e todo o ciclo do carbono poderia ser interrompido. "

As plantas geram polifenóis que atuam como antioxidantes e dão às plantas suas cores; mas estes também inibem a digestão de muitos herbívoros. As minhocas, no entanto, são capazes de digerir as folhas caídas e outros materiais vegetais, graças à capacidade que têm as moléculas drilodefensins de neutralizar aos polifenóis.

O Dr. Bundy e sua equipe descobriram que quanto mais polifenóis estejam presentes na dieta das minhocas, mais drilodefensins produzem no seu ventre.

Abundância das Moléculas

Estas moléculas são tão abundantes que o Dr. Liebeke tem calculado que para cada pessoa no mundo há pelo menos um quilo de drilodefensins presente dentro das minhocas que povoam os solos do mundo.

O primeiro registro do que agora é considerado drilodefensin aconteceu em 1988, quando foi apresentada uma patente para uma molécula que se acreditava fosse usada para dilatar os vasos sanguíneos.

Na medicina tradicional chinesa, esta molécula é ingerida na forma de minhocas secas. No entanto, o Dr. Bundy adverte que quase com certeza o processo de secagem deixa as drilodefensin praticamente inativas. 

(*) BioBioChile - Agência SINC  http://www.biobiochile.cl/2015/08/04/develado-el-misterio-de-las-lombrices-de-tierra-sobre-su-digestion.shtml


Assine o Doce Limão

1
mês
Assinatura mensal
R$ 20,00 /mês
Cobrança automática no cartão
Assinar
6
meses
Assinatura semestral
R$ 120,00
R$ 110,00
À vista no cartão ou boleto
Comprar
12
meses
Assinatura anual
R$ 240,00
R$ 200,00
À vista no cartão ou boleto
Comprar

 

Lojas Doce Limão

Os livros da Conceição Trucom e os produtos do Doce Limão podem ser encontrados em nossas lojas parceiras. Clique e adquira já.

 


* Conceição Trucom
 é química, pesquisadora, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida. Possui 10 livros publicados, entre eles O Poder de Cura do Limão (Editora Alaúde), com meio milhão de cópias vendidas, Mente e Cérebro Poderosos (Pensamento-Cultrix) e Alimentação Desintoxicante (Editora Alaúde).

Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citadas a autora e a fonte: www.docelimao.com.br