Alimentos cultivados no lar melhoram a saúde das crianças

Fonte: Universidade de East Anglia
Autor: Chizoba Bassey et al. em 03.dezembro.2020 
Tradução especial para Doce Limão: Professional Translations

De acordo com novas pesquisas da Universidade de East Anglia (UEA), crianças crescem mais altas em lares rurais onde suas mães (diria seus pais e parentes) são motivadas(os) para cultivar seus próprios alimentos.

A pesquisa, que analisou famílias em países de baixa e média renda, mostrou que o cultivo de seus próprios alimentos ajudou as famílias a evitar desnutrição, desperdício e baixo peso em seus filhos. A comida de seus filhos era mais variada, o que significa que eles tinham acesso a diferentes classes de nutrientes alimentares.    

O estudo: "Impacto da produção de alimentos domésticos na cegueira nutricional (deficiência de vitamina A), desnutrição, desperdício, baixo peso e mortalidade em crianças” é uma revisão sistemática e meta-análise de ensaios controlados publicada na revista Critical Reviews in Food Science and Nutrition

A equipe da Norwich Medical School e da Escola de Desenvolvimento Internacional da UEA analisou estudos que iniciaram mulheres na agricultura doméstica em países africanos e asiáticos, incluindo Nigéria, Gana, Índia, Camboja, Moçambique, Uganda, Quênia e Burkina Faso. A agricultura doméstica incluía o cultivo de frutas e vegetais ricos em vitamina A, como batata doce, e às vezes também incluía a criação de frangos. 

A saúde dos filhos dessas mulheres foi avaliada ao longo de um ano ou mais. Os filhos das mulheres que foram treinadas na agricultura domiciliar se saíram melhor do que os filhos de outras mulheres, já que experimentaram menos enfraquecimentos, desnutrição e baixo peso. 

Nenhum estudo, no entanto, relatou a saúde ocular das crianças. Os pesquisadores concluíram que são necessários ensaios de alta qualidade para avaliar o impacto da produção de alimentos domésticos na cegueira nutricional em crianças, especialmente em áreas rurais. 

A xerophthalmia é o ressecamento anormal e inflamação do olho, levando à cegueira irreversível,
e é predominantemente causada por uma ingestão insuficiente de Vitamina A.
 

A suplementação de vitamina A também impede a mortalidade das crianças e melhora sua saúde de outras formas, como a redução do risco de sarampo. Muitos países desenvolvem programas de suplementação de vitamina A para crianças, mas estes muitas vezes deixam de fora crianças das áreas rurais. 

Aproximadamente 250 milhões de crianças pré-escolares ainda são deficientes em vitamina A, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). A deficiência de vitamina A é a principal causa global de cegueira infantil evitável, com cerca de 2,8 milhões de crianças em idade pré-escolar em risco de cegueira. 

A deficiência de vitamina A também aumenta o risco de mortalidade por outras doenças infantis, como diarreia e sarampo, e desempenha um papel significativo na função imunológica normal. A falta de vitamina A continua sendo uma das deficiências de micronutrientes mais prevalentes em todo o mundo. 

Chizoba Bassey é pesquisadora de pós-graduação na Norwich Medical School da UEA, e liderou a equipe que conduziu a revisão sistemática. 

A senhora Bassey conclui: “Intervenções bem evidenciadas, como programas de suplementação de vitamina A devem ser adotadas e expandidas para crianças de maior risco para evitar cegueira nutricional”. 

“Atualmente não há evidências suficientes” dos efeitos da agricultura domiciliar na xerophthalmia, cegueira noturna ou mortalidade em crianças, mas as evidências de nossa pesquisa mostram que se as mulheres (a família) assumem a agricultura domiciliar reduzem o risco de desnutrição, enfraquecimento e baixo peso em seus filhos.

Na verdade, TODOS se beneficiam! 
Conceição Trucom

"A introdução da produção de alimentos domésticos pode ser apropriada em áreas onde cegueira nutricional, baixo peso, desnutrição e desperdício são prevalentes e onde o suporte nutricional mais intensivo, como programas de suplementação de vitamina A, não estão disponíveis." 

A agricultura domiciliar pode ajudar a alcançar a sustentabilidade no controle da deficiência de vitamina A e pode complementar os programas de suplementação de vitamina A onde eles estão disponíveis.

A pesquisa foi realizada em conjunto com colegas do Departamento de Nutrição e Dietética do Norfolk & Norwich University Hospital.

Leia também: PANC na Fonte - Consumidores em ação

Série Vídeos PANC na escola - Viva Agroecologia


Assine o Doce Limão

Você gosta do nosso conteúdo? Seja um embaixador do Doce Limão e contribua para que ele continue sendo produzido! Além disso, você tem acesso a todo conteúdo de assinante: 11 cursos online (incluindo o Cosmética Natural), palestras, vídeos, receitas, e-books, suporte e muito, muito mais.
1
mês
Assinatura mensal
R$ 20,00 /mês
Cobrança automática no cartão
Assinar
6
meses
Assinatura semestral
R$ 120,00
R$ 110,00
À vista no cartão ou boleto
Comprar
12
meses
Assinatura anual
R$ 240,00
R$ 200,00
À vista no cartão ou boleto
Comprar

 

Loja Doce Limão

Os livros da Conceição Trucom e os produtos do Doce Limão podem ser encontrados em nossa loja. Clique e adquira já.


* Conceição Trucom
 é química, pesquisadora, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida. Possui 10 livros publicados, entre eles O Poder de Cura do Limão (Editora Alaúde), com meio milhão de cópias vendidas, Mente e Cérebro Poderosos (Pensamento-Cultrix) e Alimentação Desintoxicante (Editora Alaúde).

Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citadas a autora e a fonte: www.docelimao.com.br

Vamos ser amigos?

Inscreva-se para receber gratuitamente o Boletim Doce Limão e ainda leve de brinde a Apostila de Meditação, em formato PDF.

Se além disso você também deseja ter acesso a todos os nossos cursos online e conteúdos exclusivos, seja um Assinante Doce Limão. Clique aqui!

Siga-nos no Facebook

Clique aqui para conferir todos os eventos.

Comentários e perguntas

 Caro leitor,

Ficou com alguma dúvida sobre este artigo? A área de comentários e perguntas é exclusiva para assinantes Doce Limão. Por apenas R$ 20 mensais, você terá acesso a todo conteúdo exclusivo, como palestras, cursos online e muito mais, além de poder enviar perguntas, que serão respondidas pela Conceição Trucom e equipe.

 

Saiba mais e assine