Beldroega e Beldroegão

Conceição Trucom *

A Beldroega é uma planta de origem européia, que se adaptou bem no Brasil, Uruguai e Argentina. É bem vinda no preparo de saladas, quando as folhas têm um sabor ligeiramente ácido e salgado, pela presença de sais de cálcio, ácido málico, ácido cítrico, ácido glutâmico, ácido aspárgico, ácido nicotínico, glucose, fructose e sucrose. Seu grande diferencial é sua função antiinflamatória proporcionada pelo elevado teor do amado e raro ômega-3. Nas suas folhas e sementes encontramos minerais extremamente protetores do cardiovascular, como magnésio e manganês.

Seu uso medicinal vem sendo muito estudado, por apresentar funcionalidade nutricional como auxiliar na cura de órgãos comprometidos, além de propriedades benéficas no tratamento de acidentes domésticos. Segundo a medicina chinesa, a beldroega é chamada de “vegetal para a vida longa”, uma vez que, além de tudo, é rica em noradrenalina, o composto ideal para o relaxamento, que ameniza o estresse e ainda deixa o seu coração robusto.

Características da planta:

A planta da Beldroega é uma PANC que tem um ciclo de vida de um ano e tem crescimento rápido, chegando a medir 30 cm de altura, é rasteira com folhas espessas e carnudas e flores amarelas pequenas de cinco pétalas, muitas vezes é considerada como uma erva-daninha, pois é comum brotar em plantações e cultivos, já que se desenvolvem muito bem em climas temperados, solos drenados e a sol aberto, também encontrada em quintais, calçadas e terrenos abertos. Pode ser conhecida pelos nomes de portulaca, porcelana, salada-de-negro, caaponga e beldroega-da-horta. Portulaca oleracea, herbácea suculenta com folhas de pontas arredondadas que forma rosetas nas pontas dos ramos onde surgem pequenas flores amarelas e isoladas de 5 pontas.

Sua parente próxima, também PANC e comestível, é a Portulaca umbratícola, quando as flores se apresentam de maior tamanho e em variadas cores: brancas, vermelhas e vários tons de rosa.

Flor simples com 5 pétalas. Abaixo variedade de flor dobrada.


Perceba - Beldroega -> Folhas ARREDONDADAS

Seu uso na culinária teve início na Europa, Ásia e México, usada em saladas, para refogar outros vegetais em azeite de oliva e no preparo de sopas e guisados. Em inglês é conhecida como purslane e na América Latina como verdolaga.

A planta é rica em substâncias como ômega 3, vitamina A, B, C, minerais como magnésio, cálcio, potássio, ferro e o pigmento carotenoide, responsável pela cor avermelhada do caule da planta. É rica em glicose, frutose e sacarose. A concentração de ômega-3 na beldroega é a maior entre todos os vegetais de folhas verdes. Mas é importante lembrar que é nas PANC como beldroega, beldroegão, picão preto, alface crepis e couvinha que temos abundância em ácido alfalinolênico (ALA), um dos tipos mais importantes de Ômega 3.

A beldroega é eficaz no tratamento de doenças da bexiga, colesterol, olhos, rins (hipertensão) e vias urinárias, sendo um ótimo remédio diurético, emoliente, emenagogo, laxativo (vermes), anti-inflamatório e estanca o sangue de hemorragias gengivais.

Uma pesquisa publicada no Journal of Research in Medical Sciences, que testou o uso de sementes de beldroega em pacientes diabéticos, identificou que seu consumo diminuiu a pressão sistólica e diastólica. Outro estudo realizado também em indivíduos com diabetes tipo 2 mostrou que o uso da semente da planta é benéfico para a redução de hipoglicemia, triglicérides, colesterol e resistência insulínica.

Segundo a Wilkipédia: Popularmente constitui como medicamento contra afecções do fígado, da bexiga e dos rins, além de combater o escorbuto. Quando cozida é diurética e aumenta a secreção de leite materno. O suco da planta é usada para afecções dos olhos e as sementes contra parasitas intestinais. É antioxidante por ser uma fonte de vitamina C, anti-inflamatória, antifúngica e analgésica. 

Folhas suculentas da beldroega têm mais ácidos graxos ômega-3 do que em alguns dos óleos de peixe. 

Um estudo de 2007 comprovou a atividade hepatoprotetiva do extrato de Portulaca oleracea contra a Rifampicina, uma droga antituberculose que é nociva ao fígado, os níveis AST e ALT aumentados pela droga foram reduzidos significativamente pelo extrato após 48 horas.

Importante lembrar que a Beldroega é PANC e comestível e se diferencia da sua parente ONZE-HORAS - NÃO COMESTÍVEL - cujas folhas são fininhas e pontudas, como agulhinhas.



Perceba: ONZE-HORAS (não comestível) -> FOLHAS PONTUDAS
As duas variedades são vendidas como onze-horas, portanto fique ALERTA!

Usos e Curiosidades:

- As beldroegas apresentam um metabolismo denominado CAM que faz com que durante as primeiras horas da manhã (talvez por isso as flores abram somente pela manhã, em torno das 11 horas), que faz com que suas folhas colhidas pela manhã são mais crocantes e de sabor ácido. Se colhidas à tarde serão mais macias (menos água) e ácidas.

- Suas flores, com exuberância de cores, são comestíveis e decorativas (sempre cruas, cozidas ficam escuras e murchas), mas também importantes para as abelhas e borboletas.

É possível utilizar as folhas, flores, sementes e talos da planta aplicando em: 

  • Sumos das folhas de beldroega: para tratar inflamações oculares, queimaduras, eczemas, erisipelas, calvície, entre outros. Sendo diretamente aplicado na área afetada. Os talos e as folhas machucados, podem ser aplicados sobre queimaduras e feridas, pois aliviam a dor e aceleram o processo de cicatrização.
  • Sucos verdes: para tratar problemas do fígado, bexiga e rins.
  • Chá: usado de forma diurética.
  • Sementes: quando ingeridas, combatem vermes intestinais.
  • Saladas: adultos de todas as idades além das crianças podem consumir a erva em forma de salada.
  • Cruzidas com as mãos, refogadas, em sopas e recheios.

Saiba mais lendo em MATOS DE COMER: Beldroega: Fonte natural de ômega-3

Beldroegão: Uma das verduras mais belas 

Confira receitas em Receitas com PANC - Parte 1


Assine o Doce Limão

Você gosta do nosso conteúdo? Seja um embaixador do Doce Limão e contribua para que ele continue sendo produzido! Além disso, você tem acesso a todo conteúdo de assinante: 11 cursos online (incluindo o Cosmética Natural), palestras, vídeos, receitas, e-books, suporte e muito, muito mais.
1
mês
Assinatura mensal
R$ 20,00 /mês
Cobrança automática no cartão
Assinar
6
meses
Assinatura semestral
R$ 120,00
R$ 110,00
À vista no cartão ou boleto
Comprar
12
meses
Assinatura anual
R$ 240,00
R$ 200,00
À vista no cartão ou boleto
Comprar

 

Lojas Doce Limão

Os livros da Conceição Trucom e os produtos do Doce Limão podem ser encontrados em nossas lojas parceiras. Clique e adquira já.

 


* Conceição Trucom
 é química, pesquisadora, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida. Possui 10 livros publicados, entre eles O Poder de Cura do Limão (Editora Alaúde), com meio milhão de cópias vendidas, Mente e Cérebro Poderosos (Pensamento-Cultrix) e Alimentação Desintoxicante (Editora Alaúde).

Reprodução permitida desde que mantida a integridade das informações e citadas a autora e a fonte: www.docelimao.com.br

Vamos ser amigos?

Inscreva-se para receber gratuitamente o Boletim Doce Limão e ainda leve de brinde a Apostila de Meditação, em formato PDF.

Se além disso você também deseja ter acesso a todos os nossos cursos online e conteúdos exclusivos, seja um Assinante Doce Limão. Clique aqui!

Siga-nos no Facebook

Comentários e perguntas

 Caro leitor,

Ficou com alguma dúvida sobre este artigo? A área de comentários e perguntas é exclusiva para assinantes Doce Limão. Por apenas R$ 20 mensais, você terá acesso a todo conteúdo exclusivo, como palestras, cursos online e muito mais, além de poder enviar perguntas, que serão respondidas pela Conceição Trucom e equipe.

 

Saiba mais e assine